Tesouros escondidos

Ser totalmente transparente no que se trata dos sentimentos nem sempre é fácil, e quando digo isso não é somente em relação às outras pessoas, mas também à nós mesmos.

Escondemos sentimentos e desejos por medo, insegurança, vergonha, orgulho ou outro motivo que nos causa um bloqueio e nos impede de demonstrar o que sentimos.

Temos no âmbito do nosso ser emoções que não conseguimos demonstrar para ninguém.

Somos fortes para esconder nossa fraqueza, comunicativos para esconder nossa timidez, negamos um abraço quando precisamos de um, falamos está tudo bem quando estamos mal, queremos ficar sozinhos quando precisamos de uma companhia.

O que não conseguimos demonstrar é que às vezes uma atitude de encarar algo com força e determinação, no fundo esconde uma pessoa que está se sentindo carente e precisa de atenção. Não quer que você faça as coisas por ela, e sim somente demonstre por atitudes simples como uma ligação ou estar presente ao lado dela, dizendo o quanto a ama.

Por vezes uma atitude nossa dá uma interpretação de forma diferente daquilo que realmente estamos sentindo. As palavras e gestos estão em uma frequência e a mente e o coração estão em outra. Mas o que todos vêem são as atitudes, o que é exposto, o que você permite que vejam. Caso não diga, ninguém ira adivinhar o que está sentindo, por mais que percebam que há algo errado será difícil adivinhar o que está acontecendo.

Quantas vezes você já disse está tudo bem, não precisa se preocupar, não preciso de ajuda, mas no fundo o que mais queria era colo, atenção, ajuda, se sentir amado.

Quantas vezes o medo, a timidez, a angústia, te impediram de aproveitar um momento único de sua vida. Seu coração dizia uma coisa, mas seus gestos e palavras diziam algo totalmente diferente.

Isso é comum em relação ao amor conjugal, ele até pode estar presente no relacionamento, mas quando uma das partes não demonstra ele acaba se perdendo e às vezes não tem mais volta. “Eu achei que você não me amava mais”, essa é uma frase que vemos muito no fim dos relacionamentos, porque apesar de amar muito, quando não demonstrado, parece que o amor não existe. Não se trata de ficar dizendo o tempo todo (até porque também pode ser só da boca para fora e não amor verdadeiro). São nas pequenas atitudes que demonstramos o quanto amamos. É no cuidado, no carinho, no pequeno agrado que todos queremos nos sentir amados.

Sei o quanto é difícil falar o que realmente estamos sentindo, nossos tesouros escondidos. Seria tão fácil se as pessoas pudessem descobrir, desvendar, traduzir o que realmente gostaríamos de dizer quando falamos “não preciso”, “não quero”. Como eu queria ter uma bola de cristal e gostaria que todos tivessem, mas a vida não funciona dessa forma.

Leva tempo, mas com treinamento e o hábito conseguimos mudar nossas atitudes e ser mais transparentes conosco e com quem amamos. Que apesar de ser forte e encarar todas as adversidades e não fugirmos dos problemas, toda ajuda é muito bem-vinda.

Procure analisar melhor os sinais que você está enviando, o “achar” não traz felicidade. “Achei que você não queria”, quando na verdade você queria muito. As vezes queremos que as pessoas decidam por nós, decifrem nossos pensamentos, mas a vida é nossa, nós que decidimos a música que queremos dançar, está na hora de você ser o dj da sua própria vida e colocar a trilha sonora que vai muda-la, em vez de querer que os outros façam isso por você. Escolha alguém para dançar, caso contrário sairá escolhido.

Quantas vezes já sofremos  “achando” que não somos amados, que não ligam para nós só porque numa situação semelhante reagiríamos diferente. Quantas vezes dissemos pode ir quando na verdade queríamos a pessoa perto de nós. Temos que aprender a dizer eu sou forte, mas com você ao meu lado serei mais forte ainda e vou conseguir enfrentar as dificuldades com mais tranquilidade.

Essa de que “se fosse comigo ou se fosse com você seria diferente”, é só hipótese.

Temos que ter consciência que as pessoas são diferentes e reagem diferente à situações semelhantes e isso pode deixar de ser doloroso se aprendermos a ter mais empatia, e não julgar tanto.

Passe a ouvir seus sentimentos, ter consciência das suas necessidades no agora e procure expressar-se com carinho para seus amados. E você vai ver que tudo ao seu redor muda, quando você muda.

4 comentários em “Tesouros escondidos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s