Cuide dos pais antes que seja tarde – Fabrício Carpinejar

Nós pais nos cobramos muito no sentido de cuidar dos nossos filhos, queremos ser os melhores pais, amigos, companheiros, dar muito amor e é claro queremos receber muito amor também. Porém, conforme os filhos vão crescendo eles vão se distanciando de nós, arranjam namorada (o), tem seus amigos, não querem sair mais conosco, reclamamos,  sofremos, mas esquecemos que também fomos filhos assim, que muitas de suas atitudes são iguais a que tivemos na mesma idade.

Esquecemos que nossos filhos aprendem muito pelo exemplo, a forma como tratamos nossos pais, avós de nossos filhos, é como seremos tratados quando estivermos mais velhos, queremos nossos filhos mais presentes, nossos pais também querem e precisam de nós, precisam de amor e atenção de nós e de seus netos.

No livro, Cuide dos pais antes que seja tarde, Carpinejar traz diversas reflexões sobre os relacionamentos familiares, não somente entre pais e filhos, mas também entre irmãos e avós, ao compartilhar momentos de sua infância.

Sim, você vai ter que ouvir aquela história contada novamente, aquela que você já sabe de cor, mas novamente terá que fazer de conta que é a primeira vez, isso é presença, isso é demonstrar que você se importa. Quantas vezes eu, minhas irmãs, sobrinhos, cunhado e André já ouvimos as histórias de meu pai, quando ele era piloto na década de 70 e tantas outras histórias diversas vezes, vejo o quanto para ele isso é importante, e como o faz tão bem. Para o autor:

“Muitos filhos perdem seus pais todos os dias, por não estar presente e não curtir, não amar, alguns só estão presentes de corpo pois a alma está distante não dá atenção, nunca tem tempo para sentar e conversar. ”

Ao ser mãe passei a entender mais minha mãe, todos os não que recebi dela só os compreendi quando disse não aos meus filhos, hoje sei que eles foram uma forma de cuidado e amor por mim. Com os netos ela pode demonstrar o amor sem limites, vejo como ela fica feliz e se sente importante quando eles pedem para que ela faça uma comida que só ela sabe fazer.

Nós filhos já recebemos muitos cuidados de nossos pais, agora é o momento de retribuir, de cuidarmos de nossos pais com todo amor e carinho que recebemos deles, Carpinejar também trata desse assunto:

“Há uma quebra na história familiar onde as idades se acumulam e se sobrepõem  e a ordem natural não tem sentido: é quando o filho se torna pai de seu pai.”

Quando nossos pais ficam velhos os papeis modificam, hoje eu e minhas irmãs que ficamos perguntando se estão bem, se estão tomando os remédios, se já se alimentaram, nós nos tornamos pais de nossos pais. Por mais que seja difícil imaginar que um dia vamos perdê-los, precisamos fazer agora, no hoje, o que pudermos por eles, pois amanhã pode ser tarde demais.

IMG_7975

A ligação tem que ser feita hoje, o eu  te amo tem que ser dito agora, o abraço tem que ser dado nesse momento, o amanhã ou mais tarde eu ligo, eu digo, eu abraço, eu amo pode ser que nunca aconteça e você vai ter que conviver com o sentimento de remorso do que deixou de fazer.

Um livro de fácil leitura que nos faz rir e chorar ao mesmo tempo, nos faz refletir quais são as nossas prioridades, ele é uma verdadeira declaração de amor entre pais e filhos.

Caso tenha interesse, compre aqui: Cuide dos pais antes que seja tarde de Fabrício Carpinejar