Erros e acertos

“Não deveria ser vergonhoso admitir que falhamos, afinal de contas, no fundo estamos reconhecendo que agora somos mais sábios do que antes” (Greg Mckeown)

Por que muitas vezes não conseguimos admitir para os outros e para nós mesmos que erramos? Insistimos no erro justamente por não aceitar que ele tenha ocorrido e acabamos gastando muito tempo, dinheiro e tranquilidade em algo que sabemos que não vai dar certo

Gastamos uma energia tremenda nos martirizando por algo que aconteceu. Julgamentos antecipados, erros pequenos e grandes que agora com mais clareza conseguimos ver e admitir que falhamos. Devemos parar de sofrer por algo que fizemos e começar a trabalhar para consertar ou eliminar o que fizemos de errado.

Voltar ao “status quo” nem sempre é possível, principalmente quando se trata de pessoas e relacionamentos, mas isso não pode ser impedimento para tentar consertar suas atitudes. Ter sabedoria para admitir o erro é a primeira etapa para ter a consciência tranquila. Depois, buscar o que você pode fazer de concreto para corrigi-lo. Um pedido de perdão, por exemplo, e se dedicar para não voltar a cometer o erro são atitudes a serem consideradas.

O mais importante é saber que todos os dias temos a oportunidade de mudarmos. Fazer a nossa vida diferente! As sete horas da manhã de hoje não são as mesmas de ontem e a de amanhã não será igual a de hoje. Enquanto respirarmos temos a chance de fazer diferente.

Hoje vejo quantos erros cometi. Tenho consciência que em muitos momentos de minha vida deveria ter agido de forma diferente. Ter ficado de boca calada. Não ter pré-julgado. Ter contado até dez para não criar atritos. Muitas vezes quando erramos, demoramos um tempo para reconhecer o erro, mesmo quando alguém o aponta.

As nossas atitudes do passado moldaram o que somos hoje. Os erros e acertos que nos fizeram quem somos.

black ball point pen on white notebook
Photo by Pixabay on Pexels.com

Você é dono da sua vida e é o autor da sua história. Você quem determina como quer vivê-la. Vai insistir no erro continuando com as mesmas atitudes que o impedem de evoluir ou vai começar aos poucos eliminando o que está de “errado” na sua vida para finalmente vivê-la com abundância?

Sei que se livrar dos erros e seguir em frente nem sempre e fácil. Temos a tendência de ficar presos ao passado em vez de viver o agora. Precisamos nos perdoar para poder seguir. Não podemos esquecer que a vida é uma página em branco. Todos os dias temos a oportunidade de escrever no presente o que queremos no futuro, e tudo bem se às vezes voltar e apagar, corrigindo o que foi escrito de forma equivocada, a evolução vem da forma que encaramos nossa vida.