Grande Magia – Vida Criativa sem medo Elizabeth Gilbert

Não me considerava uma pessoa criativa, até ler esse livro. A autora de Comer, Rezar e Amar, deixa bem claro que toda pessoa pode ser criativa, precisa somente assumir esse papel, agarrar as ideias que chegam até você e ser corajoso.

 

img_6336

Elizabeth inicia o livro falando sobre coragem. Coragem necessária para colocar em pratica suas capacidades.

“Você tem coragem de trazer à tona os tesouros que estão escondidos dentro de você?”, esta  é a pergunta central da qual depende a vida criativa.

Viver criativamente para ela tem a ver com viver mais motivado pela curiosidade do que pelo medo, sendo um caminho para os corajosos, coragem de fazer algo que causa medo.  O medo sempre estará presente, especialmente se você estiver fazendo algo inovador. Temos muitas ideias, mas por sermos autocríticos já ficamos imaginando a crítica dos outros ou nunca achamos que nossa obra está boa o suficiente

O processo criativo é magico segundo a autora, as ideias buscam parceiros e quando o encontra envia sinais físicos e emocionais como calafrios, pensamentos agitados ou sensação de estar se apaixonando. Quando você diz sim o espetáculo começa, faz um contrato com a inspiração e precisa cumpri-lo. Caso não se dedique a ideia ela vai embora. Quantas ideias já deixamos escapar por não nos dedicarmos como deveríamos.

A originalidade é algo que causa medo, a maioria das ideias já foram realizadas, mas não por você, ao colocar sua expressão e paixão ela se torna sua. Ao dizer o que quiser com o coração, sendo autentico, sua ideia parecera original.

Esse foi o motivo que demorei para criar um blog, pensava já tem tantos falando sobre isso eu vou ser mais um, mas hoje vejo que eu sou única, é a primeira vez que escrevo sobre determinado assunto então meu blog é único.

A autora da uma excelente dica para não endividarmos ao colocar nossa arte em pratica, que é explorar o mundo com mais coragem, permitir que ele o eduque, os livros que estão nas prateleiras das bibliotecas têm muito a nos ensinar. Escrever é algo íntimo e barato, só depende de você.

Temos a ilusão de que devemos devorar os livros para conseguir escrever, eles nos ajudam a formar ideias, mas não são tudo. A forma como vivemos nossa vida, nos ensina mais e nos dizem mais que muitos livros.

Pare de reclamar, é o primeiro truque da autora, ninguém está interessado em seus sonhos e não tem nenhuma obrigação de financia-los. E segundo, é difícil criar, caso contrário todo mundo estaria criando e não seria algo especial e interessante.

As vezes buscamos apoio ou aprovação dos outros para nossas ideias, isso é ilusão. Ficamos esperando e ansiosos pela opinião dos outros, e quando ela vem de forma negativa ou não exatamente da forma como imaginávamos ficamos frustrados e decepcionados. Não podemos deixar que nossa criatividade dependa de opinião de outras pessoas.

Buscamos tanto o sucesso, mas ele é um processo e muitas vezes demorado que não está sob nosso controle.

A frustração faz parte do processo criativo. Nem todos os dias consigo escrever, gostaria de ter excelentes ideias e excepcionais, mas sei que não é assim. Muitas vezes tenho a ideia e não sei como me expressar, com muito treino, esforço e dedicação sei que as ideias virão com mais facilidade, por enquanto não posso deixar que a frustação tome conta

A autora afirma que não é vergonhoso ter um emprego fixo para manter sua criatividade. Vergonha é espantar a criatividade exigindo que ela o sustente.

Coragem, encantamento, permissão, persistência e confiança são ingredientes para a criatividade segundo o livro. Apaixone-se por sua criatividade. Tenha um caso com ela. Seduza a grande magia e ela voltara para você.

O perfeccionismo impede as pessoas de começarem ou terminarem seus trabalhos. Não perca a coragem no momento em que as coisas deixarem de ser fáceis e gratificantes. Perdoe-se. Se fez algo que não deu certo, deixe para lá. Não pare, siga em frente. Você fez o melhor que pode com o conhecimento e materiais que tinha e no tempo que lhe foi disponibilizado.

Esses são os grandes ensinamentos desse livro envolvente.